fbpx

Juliana Cardoso pede providências à Subprefeitura após ação policial contra vendedor ambulante

Viralizou hoje (20), nas mídias sociais, vídeo em que, durante uma operação de fiscalização de agentes da Prefeitura na região central da cidade, policiais militares usaram de força excessiva para imobilizar um vendedor ambulante, o senhor Geová de Oliveira Lima, de 48 anos.

No vídeo, uma ambulante informa que existe a autorização para estar no local, mesmo assim os policiais usam da força para levar o ambulante.

Diante da repercussão, a Polícia Militar informou em nota à imprensa que o caso ocorreu no dia 15 de janeiro quando o “homem danificou o para-brisa do veículo da Prefeitura e agrediu os fiscais”. E acrescentou que foi registrado Boletim de Ocorrência em distrito policial pelo crime de dano, resistência e desobediência”. O ambulante, segundo a nota, foi liberado após o registro.

No entanto, no vídeo, não dá para ver se o ambulante mexe ou não no para-brisa, o que não  justifica a violência usada na ação ocorrida na Rua Direita, centro de São Paulo.

Além das informações requeridas, nosso mandato está solicitando à Subprefeitura Sé o plano de ação para garantir as mínimas condições de trabalho aos comerciantes informais durante a pandemia e que necessitam ser tratados com dignidade.

Estamos do lado dos trabalhadores e lutaremos para garantir seus direitos!

O vídeo também foi publicado pela presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, que diz “Mais um ato desumano da PM de São Paulo! Homem tem carrinho de açaí apreendido e desmaia após ser algemado e agredido.” Confira aqui, mas cuidado, as cenas são fortes.