fbpx

Covid-19 / O lado não romântico do dia das mães, durante a pandemia, pela galera da quebrada

Existe uma romantização da beleza do dia das mães, em que apenas o lado belo deste amor é apresentado como ferramenta de enfrentamento deste momento de pandemia, oque é muito importante, afinal, Mais Amor Por Favor, no entanto, existe um lado de luta, de uma verdadeira guerra, de resiliência e de decisões dificeis. Por isso, quero apresentar para vocês o artigo / reportagem “Como é ser mãe na quebrada em tempos de Coronavírus?” da Thais Siqueira, que apresentou um novo olhar sobre ser mãe, mostrando o dia-a-dia das mães da periferia, comunidades e favelas. Uma ótima e linda reportagem que está a disposição no site “Desenrola e não me enrola”, que vamos disponibilizar aqui. Parabenizando, Ronaldo Matos, pela edição da matéria e Gsé / DiCampana, pelas fotos.

Segue o link e boa leitura:

https://www.desenrolaenaomenrola.com.br/noticia/642/como-e-ser-mae-na-quebrada-em-tempos-de-coronavirus.html